segunda-feira, setembro 08, 2008

Indústria não querem acabar com gordura trans

As indústrias não concordam com prazos para eliminar a gordura trans dos alimentos consumidos no Brasil. O presidente da Abia (Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação), Edmund Klotz, reage com deboche ao comentar os planos do Ministério da Saúde de, em pouco tempo, o Brasil ficar livre da mais danosa das gorduras.
"Se for fixado um prazo para acabar com a gordura trans, vamos ter de criar porco de novo e voltar à velha banha", diz Klotz.

Nenhum comentário: