quinta-feira, dezembro 01, 2011

Naufrágio do transporte público

O transporte público do Rio de Janeiro se reveza nos problemas: uma hora, sequência de feitos no metrô, em outra, nos trens, nos ônibus(estes, diariamente, principalmente na zona oeste) ou nas barcas.

Parece que agora é a vez das barcas. Um catamarã da linha Rio-Niterói não conseguiu parar e colidiu com o pier da estação das barcas e não pode atracar. Pessoas se feriram e, como não havia equipe de socorro a bordo, tiveram que aguardar a chegada dos bombeiros pelo mar, causando aflição em todos os passageiros.

Não dá para acreditar na inércia do governo estadual e da Agetransp(a Agência de Transportes estadual) em relação à tomada de providências. O secretário de transportes, continua lá, imexível, como diria o ministro, e mudo. A diretoria da Agetransp é reeleita por aclamação. O governador...ah, o governador está preocupado se o Vasco vai ser campeão ou não. Pra depois ir passar o Natal em Paris, ou em outra cidade do primeiro mundo. Afinal, é preciso relaxar.

Punições? Depois de inquéritos, depoimentos, aplicações e anulações de multas, recursos infindáveis, serão premiados com um reajuste de tarifas, a fim de "restabelecer o equilíbrio financeiro".

Equilíbrio financeiro deles, bem entendido, e desequilíbrio do nosso, pois quando há um aumento, quem sofre no bolso somos nós.

É, o barco tá afundando...

Nenhum comentário: