terça-feira, setembro 27, 2011

Tropa de Elite


Tenente-coronel da PM, ex-comandante do batalhão de São Gonçalo e da Maré(RJ), foi afastado das funções e preso por suspeita de ser o mandante do assassinato da juíza Patricia Acioli, em agosto.
Segundo investigações, o ex-comandante, entre outras coisas, retirou as patrulhas posicionadas no caminho da juíza até sua casa, quando foi seguida pelos assassinos.
Apesar de serem minoria, é mais um reforço na ideia de que a corporação policial está infiltrada de pessoas que não tem condições ou vocação para exercer a profissão do "proteger e servir". São necessários aparelhamento, política de remuneração a contento com a atividade, treinamento, rigor na seleção de novos integrantes, etc.
Esse fato também não exime de responsabilidade o judiciário, pela omissão com que tratou o caso da segurança pessoal da juíza.

Nenhum comentário: