quarta-feira, novembro 25, 2009

Apagões revoltam moradores do Rio


Depois do apagão federal, os moradores do Rio de Janeiro vêm sofrendo com falta de energia em diversos bairros, alguns ao mesmo tempo.
O presidente da Light, concessionária local, afirma que os problemas são pontuais e que a empresa está trabalhando vigorosamente para solucioná-los. Quando questionado sobre falta de investimentos, negou o fato.
A verdade é que uma empresa do porte da Light, responsável pelo fornecimento(ou transmissão, como querem os especialistas) de energia para a segunda maior cidade do país, não pode ignorar o aumento do consumo de energia durante o verão, um dos mais implacáveis do Brasil, e, também, o direito de seus clientes adquirirem novos aparelhos para aliviar o calor que sentem, assim como novos moradores que chegam a cada dia.
A falta de visão e planejamento é inadmissível numa empresa desse porte. Desculpas como roubo de boias, de cabos, etc, não podem ser utilizadas, pois não é ela a única prestadora de serviço público a sofrer com isso. Transformadores quebram porque não tem manutenção, as equipes não têm preparo e nem autonomia para solucionar alguns problemas.
A população paga, e caro, para receber um serviço que deve ser prestado ininterruptamente, de acordo com a Constituição Brasileira.
A Aneel, agência reguladora do serviço, assim como todas as demais, nada faz, a não ser dizer que vai apurar os fatos.
Enquanto isso, ninguém vai preso!


Nenhum comentário: